Governo de Confresa realiza evento de estímulo ao prazer da leitura

 

A leitura constitui-se como um dos principais instrumentos de poder contra toda e qualquer espécie de dominação que se impõe no âmbito das relações humanas e sociais. Além de ser uma atividade que amplia o capital cultural e permite as mais incríveis experiências de reflexão e prazer.

Nesse sentido o Governo de Confresa através da Secretaria Municipal de Educação realizou o evento Prazer em Ler: o universo da literatura para além do contexto escolar” que teve como objetivo principal, despertar em diferentes públicos, o gosto pela leitura literária, sobretudo, através do contato cúmplice e determinante estabelecido com o livro de modo a transcender o espaço escolar. O trabalho faz parte de um conjunto de ações empreendida pela Secretaria Municipal de Educação para melhorar os índices de cultura e aprendizagem, e consta no Planejamento Anual da Assessoria de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

A ação segundo o prefeito de Confresa, Ronio Condão, foi importantíssima e possibilita estímulo além também investimento para a educação do município.

O evento contou com a presença do professor Maurício Leite, promotor de leitura. Matogrossense da região do Araguaia/Ilha do Bananal, Maurício é reconhecido nacional e internacionalmente pelo trabalho realizado com as famosas “malas de leitura” que já lhe renderam vários prêmios, com serviços prestados à embaixada do Brasil em Portugal, à UNESCO, à Biblioteca Nacional de Portugal, à Universidade de Harvard nos Estados Unidos, Colômbia, Chile e para países do Continente Africano falantes da Língua Portuguesa como: Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique dentre outros. “O trabalho com a leitura a partir do Araguaia, me permitiu ir aos lugares mais simples e aos mais sofisticados do mundo”, disse ele.

Em Confresa, Maurício Leite realizou um trabalho com os professores da Educação Infantil, da unidocência e de linguagem dos anos finais do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino, falando do percurso de formação de leitores e realizando oficinas de leitura. Para além do trabalho realizado com os professores, Maurício Leite também reuniu com a equipe de Gestão e Assessoria Pedagógica para discutir propostas para o fortalecimento da cultura literária em Confresa, dentre elas, a criação da Lei Municipal do Livro e a instituição de uma política pública municipal de leitura.

Durante as rodas de conversas para avaliação do evento, os professores fizeram falas significativas, como: “esse encontro me fez ver que a leitura torna nobre até as coisas mais simples”; “me permitiu pensar nova roupagem, lançar um novo olhar para a mesma história”; “percebi que a leitura literária aflora as emoções e aproxima as pessoas”; “aprendi a ler, foi mágico”; eu castigava meus alunos com a leitura, agora eu sei que para formar leitor eu preciso perguntar pelos sentimentos, é só isso que interessa”.

A SMEEL escolheu o período compreendido entre os dias 10 e 16 de outubro para a realização do evento, com o objetivo de chamar a atenção para o dia 12 que é o dia Nacional da Leitura, e discutir o potencial da leitura literária e as possibilidades de interlocuções que esta permite estabelecer entre o simples e o complexo, entre a beleza e as mazelas da vida, bem como, sua articulação com o trabalho de aspectos morais, éticos, culturais, sociais, geográficos, históricos, matemáticos, etc. Certamente o livro é a melhor companhia para o ser humano, afinal, é como disse o imortal Mário Quintana, “dupla delícia: o livro traz a vantagem de a gente estar só, e ao mesmo tempo, acompanhado”.

Assessoria de Imprensa 

Compartilhar